terça-feira, 28 de outubro de 2014

Confira: Marvel anuncia os filmes que compõem sua fase 3 no cinema

Civil war
Vingadores 11
Pantera negra
Chris Evans, Chadwick Boseman e Robert Downey Jr. fonte: ig

domingo, 3 de agosto de 2014

Confira: Marvel Anuncia Graphic Novel de Thanos




A sinopse divulgada diz o seguinte: "Thanos: The Infinity Revelation OGN traz o mestre dos quadrinhos, Jim Starlin, de volta à sua criação mais famosa para uma nova aventura e uma nova missão para um dos vilões mais cruéis da galáxia. No seu caminho, estão os Guardiões da GaláxiaAdam Warlock, o Surfista Prateado, e, finalmente, o seu verdadeiro amor, Morte! Com seu antigo inimigo Adam Warlock ao seu lado, Thanos medirá forças contra os seres mais poderosos do universo. Mas, para que fins? E quando a poeira baixar, o que restará? Prepare-se, que a lenda dos quadrinhos, Jim Starlin, retorna à arena cósmica para um conto de morte e renascimento que irá deixar o Titã Louco transformado em Thanos: The Infinity Apocalipse OGN!" Vale ressaltar que "Revelation" também pode ser traduzido como "Apocalipse", que faz mais sentido para o personagem.






fonte: C@rlos - marvel616,com

domingo, 27 de julho de 2014

Confira: Homem-Formiga e Vingadores - Painel dos estúdios Marvel


O momento mais esperado pelos Marvetes chegou na San Diego Comic Con. É o painel da Marvel Studios, que promete trazer pelo menos o elenco dos dois filmes que estrearão em 2016 nos cinemas, mais algumas surpresas. Veja como foi:

A primeira grande parte do Painel Marvel começou com o Homem-Formiga. Paul Rudd e Michael Douglas já tem seus personagens bem estabelecidos como Scott Lang e Hank Pym, ambos Homens-Formigas de gerações diferentes. Corey Stoll que até então tinha seu papel em segredo é finalmente revelado como sendo Darren Cross, o Jaqueta Amarela. Nos quadrinhos, o personagem é um antigo vilão das primeiras histórias do Homem-Formiga, já o Jaqueta Amarela é uma variação de uniforme (e personalidade) do Homem-Formiga original, mas aqui assume um novo papel como o grande antagonista do filme.

















fonte: Coveiro - marvel616.com

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Hulk: Deuses e demônios....

Indestructible Hulk #6 #7 #8 #9 #10 Indestrutível Hulk Universo Marvel Nova Marvel

Após sua aventura submarina, as quatro últimas edições de Universo Marvel (da #5 à #8) levaram o Indestrutível Hulk a interagir com dois personagens icônicos da Marvel: Thor e oDemolidor, para só então iniciar uma aventura diretamente ligada à conclusão da Era de Ultron.

O encontro com Thor já dá um pouco o tom do futuro próximo das missões do Hulk como um agente da SHIELD. Nessa história, o roteirista MARK WAID tem chance de mostrar uma maior interação de Bruce Banner com sua equipe científica, que acaba se mostrando um conjunto bastante interessante de coadjuvantes. O maior pretexto para que isso ocorra é a viagem exploratória em busca do metal uru até Jotuheim, terra dos gigantes de gelo asgardianos, que se transforma em uma jornada não apenas através do espaço, mas também através do tempo. É assim que o quinteto entra em contato com uma versão clássica do Thor, prévia à formação dos Vingadores.

A arte de WALTER SIMONSON acaba criando o clima perfeito para a história, considerando sua passagem clássica pela arte do deus do trovão. WAID mistura sequências clássicas (o conflito entre Thor e Hulk até ambos perceberem que são aliados) com um direcionamento renovado do golias esmeralda, com especial atenção para viradas dramáticas envolvendo uma de suas coadjuvantes, e para os limites entre magia e ciência. Em uma trama com bastante ação e de rápida solução (sem com isso criar subplots para futuras histórias), o passo seguinte é muito mais pedestre, por assim dizer.

Visando impedir contrabando de perigosíssimas armas pela Agência Bizantina, a diretora Maria Hill envia o Hulk, que acaba encontrando o homem sem medo, Matt Murdock, o Demolidor, que também investigava a ação criminosa, acompanhando de perto o seu cliente, Bruce Banner.

A história, além de envolver muito mais do que uma ação corriqueira da organização criminosa, mostra uma curiosa interação entre Matt e o Hulk/Banner, que coloca em evidência o quanto poucas pessoas sabem verdadeiramente lidar com o cientista e seu alterego. Isso proporciona cenas divertidíssimas, quando ambos unem-se não apenas no “estilo Hulk’, mas também somam forças em uma investigação ao estilo do Demolidor, mas anabolizada pelo verdão.

A arte "rabiscada" de MATTEO SCALERA lembra bastante a de Leinil Yu, o que para mim é sempre algo positivo. Fora isso, é uma boa escolha para esse tipo de história, com bastante ação urbana, basicamente em locais de pouca iluminação e penumbra, mostrando dois acertos seguidos nos arcos que comento nesse post.
Indestructible Hulk #6 #7 #8 #9 #10 Indestrutível Hulk Universo Marvel Nova Marvel
Waid nos faz duvidar por um momento da relação de confiança que dois heróis tão diferentes parecem ter, para apenas mostrar que, no fim, o Hulk é muito mais herói do que vilão. A despeito do que suas ações e o julgamento dos outros parecem indicar. E Murdock? Bem, digamos que ele é um dos maiores aliados que Bruce pode ter para se proteger do acordo que fez com a SHIELD.A seguir, ainda em UM8, o Hulk cai de cabeça nas repercussões da Era de Ultron, viajando no tempo e espaço – dessa vez, de propósito. Mas isso fica para a próxima resenha.

fonte: marvel616

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Veja: Copa do Mundo Quadrinhos - Grupo A
















fonte: o limoeiro.com